quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Sementes Germinadas - Por que Consumir?


As sementes quando germinadas possuem características especiais, tornam-se alimentos com grande teor de energia vital e fácil digestão. Ao entendermos que de cada semente vai crescer uma planta, comendo uma porção de brotos, estaremos comendo a energia responsável pelo crescimento de muitas plantas, em uma refeição. Para digerir e assimilar os alimentos processados, como os industrializados e mesmo os alimentos cozidos que são pobres em energia vital, o organismo necessita usar suas próprias reservas vitais e, por isso, ao longo dos anos, o homem contemporâneo vem desenvolvendo doenças, principalmente as degenerativas. A germinação, em suas características fisiológicas, corresponde a um processo pré-digestivo onde as proteínas são decompostas em aminoácidos, os carboidratos complexos em açúcares simples, as gorduras em ácidos graxos e ainda há um momento da presença de minerais e outras substâncias como as enzimas, fito-hormônios e antibióticos naturais. Todos esses nutrientes estão biodisponibilizados, interagindo dentro do sinergismo adequado para serem utilizados pelo organismo. O que determina esta biodisponibilidade dos nutrientes é que durante a lavagem das sementes, no processo da germinação, são eliminadas substâncias inibidoras de processos metabólicos, como determinadas enzimas que interferem na germinação e oxalatos que bloqueiam a absorção do zinco e de outros minerais. Dessa maneira as sementes se transformam em alimentos alcalinizadores do organismo. Ao incluirmos uma variedade de brotos na alimentação, aumenta-se a vitalidade do corpo.
Por que cultivar os brotos?
1. Na fase de broto, o alimento é mais rico em nutrientes do que em qualquer outro estágio da planta;
2. No seu cultivo, é dispensável usar terra, fertilizantes e inseticidas;
3. Produção em curto prazo de tempo;
4. Facilidade para aproveitamento de espaços domésticos;
5. Possibilidade de germinação de variedade de sementes, com propriedades diferentes, para compor uma alimentação equilibrada, vitalizante, de baixo custo e;
6. Produzindo e preparando o próprio alimento se tem mais autonomia na vida.

7. Como cultivar brotos?
Escolha sementes (biologicamente cultivadas) com amor, medite sobre a vida que está ali contida e lave-as. A quantidade deve ser 1/8 do tamanho do vidro.
Deixe as sementes em um recipiente de vidro com água, durante a noite.
No dia seguinte escorra a água e lave bem as sementes colocando o vidro inclinado em 45o com tela na boca, deixando entrar o ar e escorrer a água.

Texto: Gastão Paulo Junges

Um comentário:

Laura Elaine disse...

Muito bom este texto, estou buscando mudar minha alimentaçao e já encontrei muita informação e aqui é um referencial em Porto Alegre, entrarei em contato para fazer uma oficina. Até mais..Laura